Você está aqui: Página Inicial > Institucional > O INPI > Enapid 2017 > Notícias > Abertura do X Enapid destaca contribuições da pesquisa em PI para o Brasil

Notícias

Abertura do X Enapid destaca contribuições da pesquisa em PI para o Brasil

por última modificação: 19/09/2017 12h43
Exibir carrossel de imagens Pimentel fala da importância do Encontro para a construção de propostas de melhorias institucionais

Pimentel fala da importância do Encontro para a construção de propostas de melhorias institucionais

Comemorando os dez anos de pós-graduação em propriedade intelectual e inovação no Brasil, começou no dia 19 de setembro o X Encontro Acadêmico de Propriedade Intelectual, Inovação e Desenvolvimento (Enapid). Promovido pela Academia do INPI, o evento teve as atividades do primeiro dia realizadas na Escola Superior de Guerra (ESG), no Rio de Janeiro.

Na cerimônia de abertura, o presidente do INPI, Luiz Otávio Pimentel, lembrou a evolução das edições anteriores do Enapid, que deixou contribuições em áreas estratégicas. Ele destacou os debates sobre a PI como fator de integração entre academia, governo e indústria, além da necessidade de capacitação dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs). Também foi um marco o lançamento do primeiro doutorado em PI no Brasil durante o evento, em 2013.

Para o presidente, agora é preciso discutir os próximos passos tanto da Academia como do INPI frente aos desafios atuais, principalmente o backlog nas áreas de marcas e de patentes.

– Eventos como o Enapid são essenciais para propor alternativas para as questões institucionais – afirmou Pimentel.

O general de brigada João Batista Bezerra Leonel Filho, assistente militar do Exército Brasileiro, acrescentou o papel do Encontro para questões nacionais.

– Os problemas que se apresentam hoje para a sociedade brasileira dificilmente se resolverão sem inovação tecnológica. E o trabalho de todos aqui tem a ver com isso.

Ainda na abertura, Bruno César Araújo, diretor adjunto de estudos e políticas setoriais de inovação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), comentou o papel da PI para a competitividade das empresas e a difusão do conhecimento.

Por sua vez, José Graça Aranha, diretor da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) no Rio de Janeiro, mencionou a participação de entidades de outros países no Encontro. 

registrado em: ,