Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Uarini é mais uma indicação geográfica reconhecida pelo INPI

Notícias

Uarini é mais uma indicação geográfica reconhecida pelo INPI

por última modificação: 27/08/2019 13h07

O INPI publicou nesta terça-feira (27/08) a concessão de registro de indicação geográfica (IG) para a farinha de mandioca de Uarini. Esta é a terceira IG do estado do Amazonas, que conta também com a proteção dos nomes geográficos Rio Negro (para peixes ornamentais) e Maués (para guaraná). 

A delimitação geográfica da IG Uarini compreende os municípios de Uarini, Alvarães, Tefé e Maraã, onde o cultivo de mandioca e a produção da farinha estão fortemente presentes há um longo tempo. Hoje o cultivo é voltado exclusivamente para a produção da farinha, também chamada de farinha de ova ou farinha de ovinha.

Segundo o processo, a forma granulométrica arredondada de cor amarela é característica específica do produto feito na região, o que o torna reconhecido pelos consumidores. 

A IG Uarini é da espécie indicação de procedência e foi publicada na Revista da Propriedade Industrial (RPI) nº 2538. 

O certificado de IG foi entregue pelo INPI na manhã do dia 27 à Associação dos Produtores de Farinha de Mandioca da Região de Uarini, que é a requerente do registro. A entrega aconteceu durante a Oficina de Indicações Geográficas e Marcas Coletivas, conduzida pelos servidores do Instituto Pablo Regalado e Marcos Palomino na Escola Superior de Ciências da Saúde (UNASUS) da Universidade do Estado do Amazonas, instituição apoiadora. O evento teve participação de Milene Dantas, chefe do Escritório Regional Centro-Oeste Norte.

O evento abordos produtos e serviços de origem amazônica e apresentou conceitos da propriedade industrial. A iniciativa foi do INPI, em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Sebrae Amazonas.