Você está aqui: Página Inicial > Notícias > INPI tem defesa de tese de Doutorado sobre patentes verdes

Notícias

INPI tem defesa de tese de Doutorado sobre patentes verdes

por última modificação: 29/08/2017 16h08

Com uma tese sobre patentes verdes, a advogada Ana Paula Gomes Pinto tornou-se, nesta terça-feira, 29 de agosto, a terceira doutora formada pelo programa de Doutorado da Academia de Propriedade Intelectual, Inovação e Desenvolvimento do INPI, iniciado em 2013.

Orientada pelo professor Luiz Otávio Pimentel, presidente do INPI, Ana Paula contou, em sua banca, com os professores André Fontes (TRF-2), Maria Tereza Leopardi (UFRJ), Pedro Barbosa (PUC), Ricardo Sichel (UNIRIO), Adelaide Antunes (INPI) e Júlio César Moreira (INPI).

Na tese, denominada "Patentes e mudanças climáticas: um estudo sobre as políticas públicas prioritárias de tecnologias ambientais no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e no Escritório Europeu de Patentes (EPO)", Ana Paula fez uma análise comparativa sobre os programas de patentes verdes no Brasil e na Europa, além de apresentar sugestões de melhorias ao sistema brasileiro.

A tese faz parte de um projeto maior de Doutorado, já que a advogada também defenderá na Universidade de Maastricht, na Holanda. Além de Ana Paula, o programa do INPI já teve as defesas de tese de Elaine Saraiva, sobre marcas, e Marcelo Chimento, sobre Indicação Geográfica.