Você está aqui: Página Inicial > Notícias > INPI e JPO renovam PPH entre Brasil e Japão

Notícias

INPI e JPO renovam PPH entre Brasil e Japão

por última modificação: 16/01/2019 18h51

O INPI e o Instituto Japonês de Patentes (JPO) formalizaram nesta quarta-feira, dia 16 de janeiro, em Tóquio, a renovação do projeto de Patent Prosecution Highway (PPH) entre Brasil e Japão. A cerimônia contou com a presença da diretora de Patentes, Programas de Computador e Topografias de Circuitos Integrados do INPI, Liane Lage, e do diretor da 3ª Divisão de Patentes do JPO (Química, Ciências da Vida e de Materiais), Susumu Iwasaki. 

A segunda fase do PPH entre Brasil e Japão tem duração de dois anos, a partir de abril, limite de 200 requerimentos e amplia os campos técnicos envolvidos - entre eles, estão: energia; maquinário; tecnologia audiovisual; telecomunicações; comunicação digital; computação; semicondutores; polímeros; metalurgia e materiais; agroquímicos; microorganismos; e enzimas. As classificações e as regras serão detalhadas em resolução do INPI. 

No mesmo dia, o INPI participou de seminário sobre PI no Brasil, realizado na sede da Organização para o Comércio Exterior Japonês (JETRO). Durante o evento, Liane Lage abordou aspectos gerais do sistema de patentes no Brasil. Já o pesquisador Diego Musskopf, gestor do grupo de exame cooperativo do INPI, tratou da situação atual do PPH entre Brasil e Japão e perspectivas futuras. 

O evento contou ainda com a presença do pesquisador Vagner Latsch, coordenador-geral de patentes do INPI, que está participando de projeto de pesquisa no JPO.