Você está aqui: Página Inicial > Notícias > INPI apresenta projetos estratégicos na Universidade Mackenzie

Notícias

INPI apresenta projetos estratégicos na Universidade Mackenzie

por última modificação: 10/09/2019 13h04
José Augusto Pereira Brito (à esq.) e Cláudio Vilar Furtado

José Augusto Pereira Brito (à esq.) e Cláudio Vilar Furtado

O presidente do INPI, Cláudio Vilar Furtado, visitou no dia 9 de setembro a Universidade Mackenzie, em São Paulo, para conhecer o Centro de Pesquisas Avançadas em Grafeno, Nanomateriais e Nanotecnologias (MackGraphe). O diretor executivo da unidade, José Augusto Pereira Brito, apresentou as pesquisas desenvolvidas nas áreas de eletrônica fotônica, energia e sensores, e compósitos.

O MackGraphe já possui pedidos de patentes  no INPI, mas tem a intenção de ampliar o número de depósitos. Com isso, foi discutida a possibilidade de se estabelecer uma parceria entre as instituições para reforçar a cultura de proteção à propriedade industrial. 

Brito mencionou que a Universidade Mackenzie conta com a Coordenação de Desenvolvimento e Inovação, que tem entre suas atividades atuar para consolidar a política de proteção da propriedade intelectual, considerando parcerias externas dos setores industrial, comercial, de serviços, cultural e com o poder público. 

Por sua vez, Furtado apresentou o Plano PI Digital, que visa à desburocratização dos serviços, e as medidas do INPI para reduzir o backlog de patentes. Ele também recomendou o uso dos  projetos de priorização de pedidos, especialmente o Patentes ICTs, voltado para estimular e facilitar a inserção no mercado de produtos e serviços inovadores desenvolvidos por Instituições de Ciência e Tecnologia (ICT). Neste programa, o tempo de decisão final do INPI é de apenas 225 dias.