Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Escritórios nacionais de PI da América do Sul fazem encontro com setor privado brasileiro

Notícias

Escritórios nacionais de PI da América do Sul fazem encontro com setor privado brasileiro

por última modificação: 06/05/2016 18h06
Exibir carrossel de imagens Pimentel (à esq.) e Maximiliano Santa Cruz assinam acordo de cooperação Brasil-Chile

Pimentel (à esq.) e Maximiliano Santa Cruz assinam acordo de cooperação Brasil-Chile

Os representantes de oito escritórios nacionais de propriedade intelectual (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Paraguai, Peru e Uruguai), que participaram da reunião do Comitê Diretivo do Prosur, realizaram um encontro com o setor privado brasileiro para troca de experiências, no dia 6 de maio, na sede do INPI, no Rio de Janeiro.

Além dos países, participaram representantes de instituições como a Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI), Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Confederação Nacional da Indústria (CNI), as Federações da Indústria do Rio de Janeiro (FIRJAN) e de Santa Catarina (FIESC), o Fórum Nacional dos Gestores de Inovação e Transferência de Tecnologia (FORTEC), a Ordem dos Advogados do Brasil, a Associação Brasileira da Propriedade Intelectual (ABPI), a Associação Paulista da Propriedade Intelectual (ASPI) e a Associação Brasileira dos Agentes da Propriedade Industrial (ABAPI), entre outros.

Como presidente pro tempore do Prosur, o presidente do INPI, Luiz Pimentel, apresentou os avanços do projeto, especialmente em temas como um PPH regional, a criação de um formulário eletrônico comum de marcas e uma base de patentes em domínio público.

As apresentações dos países focaram no funcionamento de seus sistemas nacionais, estatísticas e desafios para ampliar o uso do sistema de PI e da informação tecnológica.

Durante o evento, também foi assinado um acordo entre o INPI e o INAPI, do Chile, para ampliar a cooperação entre os países em matéria de propriedade intelectual.