Você está aqui: Página Inicial > Serviços > Patente > Relatórios gerenciais

Relatórios gerenciais

por CGCOM última modificação 05/06/2017 10h57

Na busca continuada de melhorias de processos e procedimentos a Diretoria de Patentes, Programas de Computador e Topografias de Circuitos Integrados está disponibilizando aos usuários do sistema de patentes relatórios gerenciais periódicos.

 

Criação de uma Máquina de Estados para os Processos de Patentes do INPI - Relatório Executivo DIRPA: 25/04/2017

Este primeiro relatório gerencial apresenta uma radiografia do fluxo processual na área de patentes. O objetivo do trabalho é apresentar alguns dos avanços conseguidos no esforço de melhoria administrativa e de gestão através do desenvolvimento e emprego de ferramentas de automação que permitem uma análise mais precisa e mais abrangente da situação dos pedidos de patentes apresentados ao INPI até o término de seu processamento.

Com a criação de uma máquina de estado, descrita no relatório apresentado, é possível a identificação do estado legal de um pedido e quais os pedidos de patente que se encontram em determinado estado legal. Isto permite um controle preciso das ações a serem priorizadas pela Diretoria e direcionar seus esforços para resolver os problemas através da priorização de atividades de seus recursos disponíveis.

Levantamento das Necessidades de Pessoal na DIRPA - Relatório Final, maio/2017

Este segundo relatório gerencial apresenta um estudo sobre a necessidade de pessoal na área de patentes. O objetivo do trabalho é apresentar possibilidades de ações a serem tomadas no âmbito do INPI que sejam efetivas e, ao mesmo tempo, levem em consideração o princípio da eficiência e economicidade no esforço de melhoria administrativa e de gestão.

Através do desenvolvimento e emprego de ferramentas de automação, apresentamos um documento para discussão das necessidades de pessoal com base nas demandas da Diretoria de Patentes, Programas de Computador e Topografias de Circuitos Integrados.

Algumas questões sempre presentes... Quando atingiremos o número de servidores necessários para equilibrar o “backlog” de patentes? Qual o número de examinadores necessário para eliminar o “backlog”? Uma vez respondida  a segunda pergunta, existirá trabalho para o pessoal admitido? E se a taxa de crescimento de depósitos de patentes for maior do que aquela proposta no estudo? Como contratar especialistas para cuidar das novas tecnologias? Como especializar ainda mais o examinador de patentes e aumentar sua produtividade? As divisões de áreas técnicas hoje existentes no INPI são adequadas frente às áreas tecnológicas existentes?

Estas e outras perguntas podem ser respondidas com o esforço contínuo de melhoria realizado pelo INPI, que busca traçar um ambiente saudável de inovação no país quando o assunto é patentes.

 Levantamento de Dados sobre Pedidos relacionados ao Art. 229-C, junho/2017

O presente relatório apresenta a situação dos pedidos de patente relacionados à anuência prévia da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), conforme determinado pelo Art. 229-C da Lei 9.279/96 na data de 26/5/2017.

Este trabalho está inserido dentro da ação do INPI de transparência de informação e melhoria de processos.